Qual o seu vício?


Por Mariana Klinke


O texto de hoje surgiu depois de uma maratona do meu vício internético atual: vídeos sobre livros e coisas de papelaria. Assistindo aos vídeos, me deparei com uma expressão: TBR Book Jar. Book Jar eu até entendi. Significa Pote de Livros. Mas e esse TBR? De onde vinha isso? E o que significava? Recorri ao Google, oráculo da vida moderna, e descobri que TBR significa “to be read”, o que em português quer dizer “para ser lido”. Junto com essa pesquisa, vieram as imagens desses TBR Book Jars: potes cheios de papeizinhos coloridos.


Juntando as explicações com as imagens, finalmente cheguei ao significado final: POTE cheio de papéis coloridos onde estão escritos os títulos DE LIVROS que você tem e ainda estão lá parados na estante, aquele livro PARA SER LIDO no futuro.

Mas qual a utilidade disso? Bom, aqui entramos no tema do texto: vício de consumo.


No meu caso, o maior vício de consumo são os LIVROS. Eu não posso entrar em uma livraria que geralmente saio com pelo menos três livros. O problema é que, em casa, geralmente tem mais vários outros livros me esperando, lá na pilha de livros que um dia serão lidos. Eu amo tudo nos livros: o colorido das capas, o cheiro do papel, o som da página virando, as letras e palavras, as histórias... tudo. Como dizia meu professor de matemática do colegial: “eu quero ter todos os livros, até os que não vou ler”.Mas a minha estante, meu bolso, e principalmente o bom senso, sabem que essa não é a melhor coisa a se fazer.

Por isso, ao ver esses potes cheios de papeis, decidi tirar todos os livros da estante e separá-los entre os livros lidos e os não lidos. Em seguida, anotei os nomes de todos os livros não lidos em papeizinhos, um papel para cada título e o resultado você vê na foto abaixo.

Sim, minha gente! Os papéis não couberam no pote... O total foi de 61 livros que ainda não li. Isso sem contar os livros que ainda estão em Jundiaí, na casa dos meus pais. Sério. É muito livro. Uma parte eu comprei, outra parte eu ganhei de amigos ou recebi das editoras no trabalho. E como adoro livros, tenho dificuldade em me desfazer deles. Mas isso está mudando. Assim que comecei a mexer na estante, já fui percebendo que alguns livros ali não me interessavam mais. E, conforme fui escrevendo os títulos nos papeizinhos, tive certeza disso.


Assim, decidi tirar do pote os papéis referentes a esses livros e fiz uma pilha para doação. Os outros que quero ler, ficam no pote e agora a ideia é sortear um livro e começar a ler. Meu desafio de consumo é: Chega de comprar livros sem parar. É hora de ler o que estava esquecido na estante. É uma forma não só de economizar dinheiro, mas de me reconectar com o motivo pelo qual comprei cada livro.


E você? Qual o seu vício? No canal do Armário do Bem, lá no YouTube, tem vários vídeos com dicas para consumir menos e aproveitar mais o que você já tem! Corre pra ver! =)